Notícia

img

CONCURSO POLíCIA CIVIL-RN: DEFINIçãO DA BANCA é AVALIADA NA PGE


Prevista desde 26 de outubro, a publicação com o nome da banca do concurso Polícia Civil-RN é analisada na PGE. Adepol-RN pede celeridade.

Após o anúncio do governo, desde o dia 26 de outubro, os interessados no concurso Polícia Civil-RN aguardam pela divulgação do nome da banca organizadora. Mais de dez dias depois, o processo ainda está sob análise na Procuradoria Geral do Estado. A Associação dos Delegados da PC-RN (Adepol-RN) pede celeridade no processo. 

Na última segunda-feira, 4, a presidente da Adepol-RN, Paoulla Maués, visitou a Secretaria Estadual de Administração. De acordo com ela, o nome da banca não foi publicado até o momento, porque aguarda um parecer técnico da PGE. 

"A gente só está esperando desde 2015 este concurso. Por que esse parecer técnico não sai? Há mais de dez dias. Vamos ter um maior zelo pela Polícia Civil e pelo Estado, que clama por esse concurso", disse a presidente.

Ainda segundo Paoulla Maués, o processo do concurso da Polícia Civil-RN foi acompanhado pelo Ministério Público e está sendo conduzido pela Adepol-RN e a própria PC-RN, não tendo, de acordo com a presidente, motivos para a demora.

"Vamos liberar este processo. A gente quer a publicação da banca organizadora", concluiu.

Na última semana de outubro, o governo anunciou que o nome da banca organizadora do concurso Polícia Civil-RN seria divulgado no dia 26 do mesmo mês. O documento, no entanto, não foi publicado e, ainda no dia 26, a PC-RN informou que a empresa seria anunciada até o dia 30, o que também não ocorreu. 

Após o novo atraso, FOLHA DIRIGIDA entrou em contato com o setor de Comunicação do Governo do Estado. De acordo com a área, a divulgação do nome da empresa segue prevista para os próximos dias.

Desde então, a Polícia Civil-RN e o Governo do Rio Grande do Norte não retornaram mais os contatos feitos por FOLHA DIRIGIDA. Até o momento, a previsão é que o edital seja publicado ainda este ano. 

Concurso Polícia Civil-RN terá mais de 300 vagas

Em agosto deste ano, a delegada-geral da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, Ana Cláudia Saraiva, armou que o concurso terá 307 vagas, número superior ao que havia sido divulgado. As oportunidades serão para cargos do nível superior. 

A maior oferta será para a carreira de agente de polícia, com remuneração inicial de R$3.022,11. Ainda estão previstas 26 vagas para escrivão e 41 de delegado, com iniciais de R$3.022,11 e R$12.303,27, respectivamente. 

Com as progressões nas carreiras, as remunerações podem chegar a R$18 mil, no caso de delegado, e R$6 mil, nas outras duas funções. Sem concurso válido, a instituição já acumula mais de 3 mil cargos vagos.

Fonte | Folha Dirigida