Notícia

img

EDITAL DO CONCURSO PF 2021 é PUBLICADO COM 1.500 VAGAS


A Polícia Federal publicou o edital do concurso PF com 1.500 vagas de agente, delegado, escrivão e papiloscopista. Inscrições até fevereiro.

 Clique para ver o Edital

A espera acabou! Foi publicado o edital do concurso PF 2021 com 1.500 vagas. As chances são em cargos de nível superior, que proporcionam salários de até R$24.150,74, de acordo com a carreira. O regime de contratação é o estatutário, com estabilidade. 

As carreiras têm jornada de trabalho de 40 horas semanais e já contam com a distribuição por cargo confirmada, sendo:

  • Agente de polícia  - 893 vagas
  • Escrivão de polícia  - 400 vagas;
  • Papiloscopista policial federal  - 84 vagas;
  • Delegado de polícia  - 123 vagas.

Inscrições do concurso PF em janeiro

Se a espera pelo edital foi grande, a expectativa pela abertura das inscrições será quase nula. A Polícia Federal confirmou todo o cronograma do concurso PF neste edital e as inscrições estão confirmadas para serem abertas no próximo dia 22 de janeiro.

Quem ficou interessado deve ficar atento ao calendário para não perder nenhuma data. O prazo para cadastros vai somente até o dia 9 de fevereiro.

As inscrições serão recebidas pelo site do Cebraspe, organizador da seleção . A banca será a responsável, também, pelas principais etapas de seleção.

O primeiro passo será preencher o formulário com todos os dados para cadastro, no site da banca. Em seguida, imprimir o boleto e quitar a taxa de inscrição, que foi confirmada no valor de:

  • Agente - R$180
  • Escrivão - R$180
  • Papiloscopista - R$180
  • Delegado - R$250

Essa taxa poderá ser pago até o dia 3 de março, sendo que o pagamento deverá ser feito por meio de Guia de Recolhimento da União, em qualquer banco.

Além disso, candidatos inscritos no programa CadÚnico, membros de família baixa renda ou doadores de medula óssea, poderão solicitar isenção do valor durante todo o período de inscrição. Os concorrentes deverão enviar a documentação comprobatória.

Cronograma do concurso PF 2021

♦ Publicação do edital: 15/01/2021
♦ Início das inscrições: 22/01/2021
♦ Término das inscrições: 09/02/2021
♦ Pagamento da taxa: até 03/03/2021
♦ Divulgação dos locais de prova: 11/03/2021
♦ Provas objetiva e discursiva: 21/03/2021
♦ Gabaritos das provas: 23/03/2021
♦ Resultado final na prova objetiva e resultado provisório nas provas discursivas: 09/04/2021
♦ Resultado final nas provas discursivas e convocação para o teste de aptidão física: 27/04/2021
♦ Aplicação do teste de aptidão física:  1º e 2/05/2021
♦ Resultado provisório no teste de aptidão física: 12/05/2021
♦ Realização da avaliação médica (presencial):  5 e 6/06/2021

Concurso PF tem provas confirmadas para 21 de março

A data mais esperada do concurso da Polícia Federal foi confirmada no edital de abertura. As provas objetiva e discursiva serão realizadas no dia 21 de março, um domingo.

Os exames serão aplicados nas 26 capitais,  além do Distrito Federal, podendo ter novos locais de acordo com a demanda de inscritos.

A Polícia Federal e o Cebraspe devem realizar um esquema especializado para a aplicação desses exames, muito por conta da pandemia do novo Coronavírus.

Essa primeira fase terá caráter eliminatório e classificatório. Todos os cargos terão provas aplicadas no mesmo dia e horário.

A prova objetiva será composta por 120 questões, contendo disciplinas de Conhecimentos Gerais e Específicos, que variam de acordo com cada cargo.

A prova será no estilo Certo ou Errado, tradicional do Cebraspe. Para agente, escrivão e papiloscopista a avaliação será dividida por três blocos da seguinte forma:

Prova objetiva do agente:

Bloco I, com 60 questões: Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e de Direito Processual Penal, Legislação Especial, Estatística e Raciocínio Lógico.

Bloco II, com 36 questões: Informática

Bloco III, com 24 questões: Contabilidade Geral

Prova objetiva do escrivão:

Bloco I, com 60 questões: Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e de Direito Processual Penal, Legislação Especial, Estatística e Raciocínio Lógico.

Bloco II, com 36 questões: Informática

Bloco III, com 24 questões: Contabilidade Geral e Arquivologia

Prova objetiva do papiloscopista:

Bloco I, com 60 questões: Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e de Direito Processual Penal, Legislação Especial, Estatística e Raciocínio Lógico.

Bloco II, com 36 questões: Informática.

Bloco III, com 24 questões: Biologia, Física e Química.

Será aprovado na objetiva do agente, escrivão e papiloscopista o candidato que obtiver pelo menos 48 pontos na prova, além de, no mínimo, seis pontos no bloco I, três no bloco II e dois no bloco III. 

Para o delegado serão 120 questões objetivas de Direito Administrativo Direito Constitucional, Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Empresarial, Direito Internacional Público e Cooperação Internacional, Direito Penal, Direito Processual Penal, Criminologia, Direito Previdenciário, Direito Financeiro e Tributário. 

Será aprovado na objetiva do delegado o candidato que obtiver pelo menos 48 pontos na prova. O resultado da avaliação objetiva está previsto para 9 de abril.

O exame discursivo também vai variar de acordo com a carreira. Todos os cargos, exceto o delegado, realizarão um texto dissertativo de no máximo 30 linhas. O delegado, por sua vez, terá pela frente três questões dissertativas e a elaboração de peça profissional.

Fonte | Folha Dirigida