Notícia

img

CONCURSO CAIXA: VEJA DIFERENCA ENTRE O TECNICO BANCARIO E O DE TI


O novo concurso Caixa ofertará vagas para técnico bancário e técnico de TI. Entenda as diferenças entre os cargos!

 A expectativa é de que o novo edital do concurso Caixa Econômica Federal seja publicado após o Carnaval. No entanto, há a possibilidade de que a seleção seja lançada antes do período previsto.

 Isso se deve ao fato de que o contrato com a Fundação Cesgranrio, responsável por cuidar da seleção, já foi divulgado no Diário Oficial da União, o que permite a publicação do edital a qualquer momento.

 Uma das novidades desta seleção é a distribuição das vagas. O próximo concurso Caixa contará com 4.050 oportunidades para cargos de níveis médio e superior.

 Entre as oportunidades previstas, 4 mil delas serão destinadas aos cargos de técnico bancário novo (2 mil) e técnico bancário na área de Tecnologia da Informação (2 mil).

 Ambas as carreiras exigirão o nível médio dos candidatos, mas a principal diferença entre elas está no fato de que, para a área de TI, o candidato também deverá possuir curso de nível técnico em Tecnologia da Informação.

 O aprovado no concurso da Caixa para técnico bancário ficará responsável por prestar atendimento ao público, além de cuidar de atividades administrativas e operações bancárias, utilizando equipamentos e ferramentas tecnológicas.

 Já no caso do técnico bancário de TI, as atividades administrativas estarão mais voltadas à manutenção, utilização e aperfeiçoamento de ferramentas tecnológicas para que o banco possa desempenhar suas atividades.

 Os salários, no entanto, serão os mesmos para ambos os cargos, no valor de R$3.762.

 Os futuros empregados que forem selecionados para atuar na Caixa também contarão com vale-transporte e os seguintes benefícios: assistência à saúde, previdência complementar, auxílio-alimentação e refeição, auxílio creche, entre outros. 


Concurso Caixa tem etapas e mais cargos confirmados

Além das vagas para técnico bancário, a Caixa Ecomômica Federal já adiantou que a próxima seleção contará ainda com cargos de nível superior, sendo eles:

  • médico do trabalho (28 vagas); e
  • engenheiro de segurança do trabalho (22)

Folha Dirigida por Qconcursos acessou o contrato da Caixa Econômica com a banca que ficará responsável pelo concurso público da empresa pública.

 Os candidatos serão avaliados por meio de provas objetivas, de redação, discursivas e de títulos.

 As provas objetivas terão cinco alternativas cada e apenas uma única resposta correta.

 As avaliações deverão contar com questões de Conhecimentos Gerais e Específicos, de acordo com o cargo desejado, e serão aplicadas em cidades pertencentes aos polos de classificação definidos pela Caixa. 

 Vale a pena reforçar que, apesar de ainda não terem sido divulgados, os conteúdos programáticos serão diferentes para os candidatos ao cargo de técnico bancário e técnico bancário de TI.

 Isso porque, em 2021, a Caixa divulgou edital exclusivo para pessoas com deficiência com vagas para as áreas (geral e TI), tendo diferença entre as provas. 

 Na época, além das disciplinas de Conhecimentos Gerais (Língua Portuguesa, Matemática Financeira e Conhecimentos Bancários), os candidatos ainda foram avaliados por meio dos seguintes Conhecimentos Específicos:

Técnico bancário

  • Noções de Probabilidade e Estatística
  • Conhecimentos de Informática
  • Atendimento Bancário

Técnico bancário TI

  • Organização e arquitetura de computadores
  • Engenharia de Software
  • e demais assuntos voltados à área de TI.

Concurso Caixa está pronto, diz presidente

Neste mês de janeiro, o presidente da Caixa, Carlos Vieira, revelou que o edital do concurso já estaria pronto. Em entrevista ao programa "A Voz do Brasil", no último dia 16, ele afirmou que:

"(O edital) logo estará à disposição da sociedade".

A seleção foi oficialmente anunciada pelo presidente em comunicado interno aos funcionários da Caixa, durante a comemoração dos 163 anos da instituição.

Como previsto, o concurso será realizado após o Programa de Demissão Voluntária (PDV), que será aberto. A previsão é de que 3.200 funcionários possam aderir à proposta.


Fonte | Folha Dirigida